10/07/2019

CMTU compra R$ 1,7 milhão em tintas e chama empresas para disputa

Compartilhe

 

Danylo Álvares, da CMTU

A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) abriu processo licitatório para a aquisição de matéria prima para as atividades de sinalização viária em Londrina. O valor máximo do edital é R$ 1.712.009,00 para o fornecimento de tintas, solvente, cola e microesferas de vidro, aplicado nas demarcações para garantir a visibilidade noturna.

Os interessados têm até o próximo dia 18, às 8h30, para protocolar na CMTU os documentos de habilitação e propostas. A avaliação das ofertas ocorre em seguida, a partir das 9h, na sede administrativa da companhia. Será declarada vencedora a empresa que oferecer o menor preço unitário por item.

O certame prevê a compra de 2.700 baldes de tinta branca e outros 2.500 na coloração amarela, em embalagens de 18 litros. Inclui também a aquisição de 18 mil litros de solvente para diluição do pigmento, 1.000 kg de cola à base de resina de poliéster e 900 sacos de microesferas de vidro. O material, cuja quantidade solicitada tem por base a média de consumo da Diretoria de Trânsito, será suficiente para atender a demanda pelo período de um ano.

No caso da tinta branca – item de maior valor no edital –, a quantia máxima a ser investida é de R$ 702 mil. Em seguida vem a tintura amarela, com preço máximo total de R$ 670.825,00. Terceiro componente de maior valor, o solvente pode custar até R$ 173.330,00. A microesfera de vidro pode ser arrematada por até R$ 153 mil, enquanto o montante a ser pago na cola pode chegar a R$ 12.854,00.

Nos itens cujo valor seja de até R$ 80 mil – neste caso, a cola – a legislação confere prioridade de participação às microempresas e empresas de pequeno porte sediadas em Londrina ou região metropolitana, com ramo de atividade pertinente ao objeto licitado e que atendam às condições de credenciamento exigidas no edital.

O tratamento diferenciado é garantido em lei específica e ocorre no âmbito do Programa Compra Londrina, iniciativa que visa oferecer competitividade ao empresariado local por meio de licitações, pregões eletrônicos e outras modalidades de compras públicas.

Além de poderem competir nos demais produtos do edital, empresas de micro, pequeno, médio e grande portes sediadas em outras regiões do país também podem pleitear a o fornecimento da cola. No entanto, neste caso só terão as propostas analisadas caso não haja o número mínimo de três empresas locais com ofertas classificadas.

Gerenciado pela Prefeitura, Associação Comercial e Industrial (Acil), Sebrae e Observatório de Gestão Pública, o Compra Londrina é integrado também pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), Sercomtel, CMTU, Cohab e Câmara de Vereadores. Todos os detalhes do pregão presencial, bem como as especificações técnicas dos materiais a serem adquiridos, estão disponíveis no link http://licita.cmtuld.org/licitacoes/722.

Dúvidas sobre o certame podem ser dirigidas à Coordenadoria de Licitações e Suprimentos da CMTU, no endereço de e-mail licita@cmtuld.com.br. O setor também atende no telefone (43) 3379-7908, das 8h às 17h.