12/12/2018

Vende rastreadores de veículos? Veja essa licitação na Acesf

Compartilhe

 

Marcelo Frazão

Pela primeira vez, a Administração dos Cemitérios e Serviços Funerários (Acesf) de Londrina vai usar rastreadores para melhorar o controle da frota, atualmente de 25 veículos. A expectativa é reduzir custos e racionalizar o uso dos carros na rotina do órgão.

O pregão para obter o monitoramento e os equipamentos de GPS, em comodato, está marcado para 14 de dezembro, 6ª feira, às 13h, na Sala de Licitações da Prefeitura de Londrina. O preço máximo do serviço é estimado em R$ 33.074,70 para disputa pelas empresas. Vence quem ofertar o menor valor.

O pregão 255/2018 é divulgado pelo Programa Compra Londrina, uma parceria entre a Prefeitura de Londrina, Associação Comercial e Industrial de Londrina (ACIL), Sebrae e Observatório de Gestão Pública (OGPL). O Compra Londrina incentiva empresas locais a entrarem em licitações de órgãos públicos como a Prefeitura, tornando-se fornecedores.

Só podem participar da disputa Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (EPP) que ofertem a manutenção dos equipamentos aqui em Londrina – e contem com uma Central de Operações 24 horas.

A frota do órgão é composta por carros de passeio, caminhonetes de serviço e viaturas funerárias. O pregão prevê a instalação de até 30 equipamentos.

A empresa vencedora deve disponibilizar o acompanhamento da frota em tempo real, com telas que mostrem os veículos que estão na rua. Com o equipamento instalado, cada veículo só pode ser ligado quando o condutor aproximar o crachá no painel, iniciando o registro de toda a viagem por GPS.

“É um sistema fundamental para controlar os custos e gerenciar os serviços de maneira racional”, diz Fábio Catai, gerente de frota da Acesf. Experiências em outros órgãos públicos, coletadas pela Acesf, mostraram redução de até 40% nos gastos com combustível com a aplicação do monitoramento.  

Além de todo o itinerário, o sistema deve registrar o tempo em que cada veículo fica parado ou é  acionado, bem como controle e registro de velocidade. Todos os dados de cada veículo precisam ficar armazenados por no mínimo 6 meses no data center da empresa.

Segundo o gerente de frota do órgão, o fato de os veículos da Acesf circularem dentro e fora de Londrina – inclusive em outros estados – torna o monitoramento em tempo real altamente necessário.  "O uso controlado dos veículos vai permitir melhor eficiência, reduzindo custos. Com certeza essa medida provocará melhoria nos nossos serviços e atendimentos que envolvem deslocamento", aponta.  Para ele, os resultados da implantação do sistema podem servir de teste para a instalação do serviço em toda a Prefeitura de Londrina, que atualmente tem cerca de 650 veículos em uso.  

Todos os detalhes da licitação estão no link http://bit.ly/rastreadorfrotaACESF. 

Dúvidas sobre a licitação podem ser dirigidas ao Programa Compra Londrina, pelo telefone 3372-4382 ou no setor de licitações da Secretaria Municipal de Gestão Pública (SMGP) no 3372-4618.